quarta-feira, 27 de julho de 2016

VOLKSWAGEN DIVULGA FINALISTAS DO CONCURSO “TALENTO DESIGN 2016”.


A Volkswagen já definiu os 15 finalistas da 18ª edição do concurso “Talento Design”, que é voltado a estudantes de desenho industrial. O tema deste ano, “Blue Racing”, propõe o desenvolvimento de um carro de competição. O objetivo é que os participantes apliquem a linguagem dos carros Volkswagen em um carro de corrida – que pode ser de uma categoria existente ou criada pelo participante. A data da apresentação final dos temas classificados será divulgada em breve.

Finalistas da categoria Shape Design

Claudio de Andrade Paiva – projeto Volkswagen AirFlow
Daniel David Silva Sakai – projeto Ektrong
Guilherme Neves Araujo – projeto Volkswagen Gravity
Gustavo Cassolari Felix Matias – projeto Aquillon
Gustavo Martins Petito - projeto Exo
Henrique Lima Morato – projeto Volkswagen Ion
Julio Cesar Caetano – projeto Volkswagen E-12
Marco Antonio Lombardi - projeto Eolus
Patrick Ranier Andrade Horta – projeto Volkswagen Mag GT
Raysner Figueira – projeto Volkswagen Gaia

Finalistas da categoria Color&Trim

Amanda Bibiano – projeto Rallye Dakar
David Amorelli Medeiros da Silva – projeto UpHill Racing Team
Juliana Sandaniel Rodrigues – projeto Loose
Lucas Sierra – projeto Volkswagen Senses
Mateus Nogueira Takaki – projeto Plume

Os projetos apresentados tiveram que obedecer aos seguintes critérios: categoria de automobilismo, podendo ser uma inexistente; proporções em relação ao usuário; tipo de trajeto, cenário, propulsão e posicionamento das partes funcionais; ergonomia e número de passageiros; aplicabilidade de novas tecnologias e materiais. 

O “Talento Design” tem duas modalidades: Shape Design e Color&Trim. Os autores dos três melhores trabalhos inscritos na primeira categoria e o melhor classificado da segunda terão oportunidade de estagiar por um ano no departamento de Design da Volkswagen em São Bernardo do Campo (SP), vivenciando e participando do dia a dia dos profissionais que desenvolvem os automóveis da marca. O estágio é remunerado.

O primeiro lugar também ganhará como prêmio um equipamento WACOM Intuos Pro, que é uma mesa digitalizadora, própria para o uso do trabalho de um designer. 

Muitos dos premiados nas edições anteriores do “Talento Volkswagen Design” deram continuidade às suas carreiras na própria Volkswagen, no Brasil e no exterior, ocupando posições de destaque na empresa.


Shape Design e Color&Trim 


A categoria Shape Design é a área do design que desenvolve novos conceitos estéticos do produto, aliando-os diretamente com sua funcionalidade e a integração com os anseios do consumidor.

Os profissionais de Color&Trim cuidam sobretudo de potencializar a inter-relação de usuário e automóvel. Entre suas atividades estão o desenvolvimento de cores e acabamentos externos e internos, elaborar figurinos para bancos, revestimentos, logotipos e apliques gráficos e texturas para diferentes superfícies.

Volkswagen do Brasil
Assuntos Corporativos e Relações com a Imprensa
Diretor: André Senador
Fernando Campoi | Tel 11 4347-5055 | fernando.campoi@volkswagen.com.br
Fabiano Severo | Tel. 11 4347-3339 | fabiano.severo@volkswagen.com.br
Michel Escanhola | Tel. 11 4347-3816 | michel.escanhola@volkswagen.com.br
Luís Felipe Figueiredo | Tel. 11 4347-5053 | luis.figueiredo@volkswagen.com.br

ANGIS SUGERE INSPEÇÃO TÉCNICA TAMBÉM PARA VEÍCULOS DO UBER.

A exemplo do que já ocorre com os veículos escolares que passam por duas inspeções anuais e com os táxis que tem uma inspeção por ano, a Angis – Associação Nacional dos Organismo de Inspeção - recomenda inspeção técnica também aos automóveis do Uber, para assegurar mais segurança aos ocupantes.

Os prestadores de serviços de transporte público, em suas várias modalidades – frotas de ônibus, táxi, escolar, fretamento e motofrete – precisam, de acordo com a Lei 13.241/01 e o Decreto nº 43.582/03, da SMT - Secretaria Municipal de Transportes - passar por inspeções veiculares. Diante disso, a Angis sugere que as verificações mecânicas e periódicas sejam estendidas também aos veículos do Uber, Cabify e WillGo.

Enquanto os proprietários de automóveis particulares, em geral, passam por revisões de 10 mil a 60 mil/100 mil km, no período de 3 a 5 anos, os prestadores de serviços – como taxistas e transportadores escolares, além de caminhões e ônibus –, por lei, precisam submeter seus veículos a inspeções regulares de verificação mecânica e de emissões veiculares.

Em táxis e escolares, a inspeção veicular averigua mais de 150 itens, subdivididos em grupos de sistema elétrico/iluminação/sinalização/direção, de carroceria interna, visual interna, equipamentos obrigatórios, carroceria externa, visual externa, eixo dianteiro eixo dianteiro, eixo traseiro, amortecedores, direção, suspensão, alinhamento, frenagem, sistema rodante, tração, alimentação e chassi/plataforma.

Segundo Francisco Carlos Lopes, presidente da Angis – Associação Nacional dos Organismos de Inspeção, entidade que congrega grande parte dos aproximadamente 430 organismos de inspeção de segurança veicular, acreditados pelo INMETRO e licenciados pelo DENATRAN, “o Uber iniciou suas atividades no Brasil em maio de 2014, na cidade do Rio de Janeiro, e logo se espalhou pelo País. Na cidade de São Paulo, já podemos notar que vários veículos, em especial do serviço uberX, não têm condições de prestar serviços a seus clientes”.

“Mesmo com tão pouco tempo de prestação de serviços, como o Uber permite uso de carros seminovos e até locados, os veículos não estão mais em condições de oferecer um bom serviço. Temos registros de automóveis com faróis `queimados´, com problemas de freio ou de suspensão, até carros batidos”, alerta Lopes, para quem “todos os veículos que prestam serviço ao município sob a forma de contratos de concessão/permissão e os autorizados devem cumprir com as determinações da Secretaria Municipal de Transportes, em favor da segurança dos ocupantes dos automóveis”.

Para o presidente da Angis, “embora tenha me baseado em dados circunstanciais da cidade de São Paulo, a recomendação é válida para todo o território brasileiro”. 

Textofinal de Comunicação Integrada
Koichiro Matsuo 
textofinal@textofinal.com
11 3849-8633

terça-feira, 26 de julho de 2016

DJALMA FOGAÇA ADOTA FREIOS JURID PARA OS CAMINHÕES DE SUA EQUIPE DE FÓRMULA TRUCK.


O piloto Djalma Fogaça atribui a eficiência do sistema de freios dos caminhões de sua equipe à presença em três pódios nas corridas em que participou este ano e, inclusive, planeja lutar pela vitória na etapa de Interlagos, prevista para o próximo domingo, dia 31 de julho. Com sua experiência, considera Interlagos uma pista exigente, com três pontos de alta velocidade que dependem do perfeito desempenho do sistema de freios para garantir segurança nas tomadas de curvas.

Jaqueline Santos, supervisora de vendas e marketing da Federal-Mogul, fabricante que fornece pastilhas de freio para a equipe, informa que a parceria com Djalma Fogaça se baseia na contribuição que sempre deu ao esporte de Sorocaba, onde também está localizada a fábrica, região que reúne importantes empresas do setor automotivo. Outro grande motivo é a oportunidade que as corridas representam, pela elevada exigência ao sistema de freio, para o desenvolvimento de seus produtos.

Fogaça realça a evolução dos caminhões de sua equipe pelo fato de, agora, dispor de um sistema de freios que permite compensar a diferença de potência entre o motor de 9,8 litros de seus caminhões Ford Cargo em comparação com os de 12,8 litros dos veículos de seus concorrentes. 

“O desempenho dos veículos depende de um permanente trabalho de avaliação, pesquisa e desenvolvimento de todos os seus sistemas. E foi esse processo que nos levou a focar nos freios, para neutralizar as diferenças que notamos em relação aos concorrentes”, afirma Fogaça. Além de Fogaça, a equipe conta também com os pilotos Joel Mendes Júnior e Valmir Benevides, o Hisgué.

O trabalho envolveu testes comparativos com produtos de diferentes marcas e a que mostrou maior eficiência foi a Jurid, com pastilhas do tipo Premium, diâmetro de 247,4 mm e espessura de 29,5 mm para as quatro rodas. O sistema hidráulico também é muito importante, responsável por transmitir a força aplicada ao pedal de freio e garantir a redução da velocidade do veículo no menor tempo e espaço necessários.   

Secco Consultoria de Comunicação
secco@secco.com.br
11 5641-7407
www.secco.com.br. 

VOLKSWAGEN CONSTELLATION 24.280 SERÁ ATRAÇÃO NA FEIRA DO CARRETEIRO.


A MAN Latin America, fabricante dos veículos comerciais Volkswagen e MAN, vai levar o caminhão mais vendido do Brasil nos últimos oito anos para a Feira do Carreteiro, de 27 a 29 de julho, em Aparecida do Norte (SP). Os visitantes do evento vão poder testar o Constellation 24.280 e ter a experiência de direção que já conquistou os motoristas do país.

Mais uma vez, a montadora vai aumentar as chances de seus clientes para concorrerem a dois caminhões MAN TGX e diversos brindes instantâneos, com a campanha Vire a Chave. Os participantes da feira poderão se cadastrar na maior ação promocional do setor, lançada pela MAN Latin America para promover o otimismo e a confiança no mercado de transportes.  

“Lançamos a campanha Vire a Chave para incentivar o setor a acreditar, junto com a MAN Latin America, na recuperação da economia do país. E é esta mensagem que vamos levar a um dos maiores eventos da categoria, em que motoristas de todo o Brasil reúnem suas famílias para conhecer os produtos na feira. Os caminhoneiros podem ficar confiantes que, conosco, sempre vão encontrar a melhor opção de negócio“, destaca Ricardo Alouche, vice-presidente de Vendas, Marketing e Pós-Vendas da montadora.

De olho nos esforços de seus clientes para reduzir o custo operacional de seus negócios, a empresa vai garantir também informações técnicas para a condução econômica, manutenção e ainda direção defensiva. O Dia do Caminhoneiro, comemorado em 25 de julho, também será comemorado com uma homenagem especial.

As soluções de transporte e pós-vendas da marcas Volkswagen Caminhões e Ônibus e MAN também terão atenção especial. No estande da MAN Latin America, os visitantes da Feira do Carreteiro poderão consultar a equipe da montadora para esclarecer dúvidas e orientar sobre as melhores oportunidades do mercado.

Campeão na preferência

Líder de vendas há oito anos consecutivos,  o Constellation 24.280 é ideal para aplicações rodoviárias de médias e longas distâncias, além de operações que exigem alta disponibilidade. Equipado com motor MAN de 275 cv, conta com a tecnologia de emissões EGR, que dispensa o uso do ARLA 32, gerando economia e facilidade para a instalação de equipamentos. 
 
Comunicação MAN Latin America
 comunicacao@volkswagen.com.br
(11) 5582-5335 / (24) 3381-1063

CONVERSA DE PISTA.
Por Wagner Gonzalez*

UMA NOVA ESPERANÇA GANHA CORPO

Praticar automobilismo no Brasil é uma atividade que já passou por fases das mais variadas, sempre marcadas por sacrifício, paixão e, em vários momentos, decepção. O empresário Marcos Galassi, pouco conhecido no meio até poucos anos atrás, parece ter nas mãos e na cabeça as condições para criar uma nova era positiva no esporte e, se os dirigentes não atrapalharem, e fazer uma nova esperança ganhar corpo. Se tudo correr bem, ele vai proporcionar o surgimento de uma nova geração de pilotos em condição de repetir a era iniciada pelos irmãos Fittipaldi e José Carlos Pace. Galassi é responsável pela criação da F-Inter, categoria que pouco a pouco se transforma de semente em árvore: na semana passada os primeiros monopostos construídos por José Minelli andaram juntos pela primeira vez durante uma apresentação formal no Autódromo de Piracicaba, no interior de São Paulo.

Fórmula Inter foi apresentada em Piracicaba. Foto: Rodrigo Ruiz.

Além de ter seus primeiros monopostos batizados por nomes como Alfredo Guaraná, Angi Munhoz, Artur Bragantini, Chiquinho Lameirão, Dito Gianetti, Luciano Zangirolami e Roberto Moreno, cujos currículos e páginas no automobilismo brasileiro dispensam detalhes, a categoria mostrou que seu fim não termina na formação de pilotos. Ao lançar sua categoria em Piracicaba, numa praça construída pela família Gianetti fora da zona de desconforto que Interlagos representa hoje, e reunir nomes que sempre levantaram a bandeira do automobilismo de raiz, Galassi mostrou que é um empresário calculista, mas jamais frio.

Francisco Lameirão e Angi Munhoz, dois veteranos e apaixonados pelo automobilismo. prestigiaram o lançamento da categoria. Foto: Rodrigo Ruiz.

Alfredo Guaraná, o maior rival de Nélson Piquet na F-Super Vê, testou o novo monoposto. Foto: Rodrigo Ruiz.

Uma parceria com a Bosch gerou a criação da Academia Técnica Motorpsort, que vai utilizar a nova fórmula para como plataforma didática para a formação de técnicos especializados no automobilismo de competição. O curso será aberto a estudantes de engenharia e profissionais do setor e deverá ter seu custo subsidiado pela multinacional alemã. Haverá aulas presenciais no Centro de Treinamento Automotivo da Bosch, em Campinas,  e espera-se uma ampla participação dos alunos nas competições. Paralelamente, a categoria se encarrega de formar sua própria equipe de manutenção e apoio nas pistas, abrindo mais postos de trabalho em setores que raramente recebem atenção dos dirigentes e promotores.

Proposta inclui a formação de uma equipe completa para garantir o sucesso do empreendimento. Foto: Rodrigo Ruiz.

Se a iniciativa junto à Bosch explica o alcance da proposta da F-Inter, a complexidade da promoção do campeonato traz à tona os entraves que um promotor enfrenta para criar uma nova categoria no Brasil. Para evitar a burocracia de ter uma categoria homologada pela Confederação Brasileira de Automobilismo, o calendário terá caráter regional e será disputado inicialmente apenas em São Paulo. Como todo o projeto tem um único dono e administrador e não há vínculo com nenhuma fábrica, nada impede que as competições sejam de caráter particular usando como circuitos as pistas de Interlagos, Piracicaba e Velo Città.

Pilotos recebem apoio promocional e media training. Foto: Rodrigo Ruiz.

De qualquer forma, a Federação de Automobilismo de São Paulo já aprovou tacitamente o projeto, uma vez que o sucesso do empreendimento renderá mais pilotos filiados e, consequentemente, maior faturamento à entidade. Caso um promotor de outra praça tenha interesse em promover a categoria em outro estado, Galassi admite a possibilidade de faze-lo pelo sistema de franquia. Não deixa de ser interessante, por exemplo, para os organizadores do Circuito dos Cristais, em Curvelo (MG).

Marcos Galassi, empresário nada frio e muito calculista, é o responsável pelo projeto inédito no País. Foto: Rodrigo Ruiz.

Disputar uma temporada da F-Inter terá o custo aproximado de R$ 14 mil por etapa em um calendário de 11 provas. Nesse preço estão todos os custos de preparação, revisão, combustível, pneus, transporte, apoio na pista, treinamento de mídia, espaço reservado para apoiadores e patrocinadores e todas as possibilidades de aprendizado na incubadora de pilotos montada por Galassi, o que inclui até mesmo o uso de um simulador em escala 1:1.

Artur Bragantini, veterano piloto e instrutor, vai colaborar na formação e treinamento de pilotos. Foto: Rodrigo Ruiz.

O carro projetado e construído por José Minelli utiliza um motor nacional de quatro cilindros e dois litros, com 191 cv de potência e 21 m·kgf de torque, instalado em um chassi tubular e acoplado a um câmbio de cinco marchas, construído pelo mesmo Minelli, ex-piloto e eterno apaixonado pelo esporte. As rodas de aro 13 têm tala de 8” (dianteira) e 11” (traseira), associadas a pneus Pirelli PZero VR 225/40VR13 e 265/540VR13, respectivamente. Até o momento nove pilotos já confirmaram participação na primeira temporada da F-Inter, cuja primeira competição deverá se realizar ainda este ano.

CAVALO CORRE ATRÁS DO TOURO

Largada do GP da Hungria mostrou que a Red Bull está cada vez mais perto da Mercedes. Foto: Red Bull Content Pool.

A renovação do contrato de Nico Rosberg com a Mercedes por mais dois anos — os dois ficam juntos até o final de 2018 —, parece ter trazido assopros de paz na equipe alemã: ao final do GP da Hungria ele e o vencedor Lewis Hamilton voltaram a se cumprimentar ao final da corrida. O australiano Daniel Ricciardo completou o pódio e assistiu, certamente surpreso, a tal demonstração de estima e consideração, particularmente porque o resultado inverteu a classificação do campeonato de pilotos, agora liderado pelo inglês.

Hamilton agora lidera Rosberg na pista e no campeonato. Foto: Mercedes.

No andar de baixo da antessala do pódio, porém, a atmosfera era bem mais agitada, a começar pelo box da Ferrari: mais uma vez os carros de Maranello não conseguiram superar os da Red Bull. O progresso da Scuderia não acontece no galope esperado e os touros da RBR mantém as quatro patas no chão para andar mais rápido. O saldo positivo dessa história foi a boa briga entre o novato Max Verstappen e o já veterano Kimi Räikkönen. Apesar de todos os esforços do finlandês, desta vez quem não derreteu foi o jovem holandês, que soube manter-se à frente do rival até o final da prova.

A equipe Williams já não mostra a mesma competitividade das temporadas recentes . Foto: Williams/LAT.

Decepção por decepção, a Williams (equipe que mais perto ficou da Scuderia nas duas últimas temporadas), amargou mais uma corrida nas trevas. Não seria exagero afirmar que nem mesmo a propalada contratação de Jenson Button, já acertado como sucessor de Felipe Massa segundo a imprensa inglesa, serviu para amenizar a ressaca de um fim de semana digno de vinho de garrafão. Na Hungria, até mesmo Fernando Alonso andou à frente dos carros de Grove.

Interlagos terá menos assentos para o GP.

A crise econômica do País, o preço dos ingressos, o domínio da equipe Mercedes e as poucas chances de Felipe Massa e Felipe Nasr em disputar as principais posições fizeram diminuir a capacidade de público para o próximo Grande Prêmio do Brasil. A previsão dos organizadores é de reduzir em 10 mil lugares os assentos das arquibancadas descobertas, onde o ingresso mais barato custa R$ 570 para os três dias do evento. O ingresso mais caro (R$ 2.860) garante lugar na arquibancada premium em frente aos boxes, com direito a serviço de bar e lanches incluído no preço.








* Wagner Gonzalez é jornalista especializado em automobilismo de competição, acompanhou mais de 350 grandes prêmios de F-1 em quase duas décadas vivendo na Europa. Lá, trabalhou para a BBC World Service, O Estado de S. Paulo, Sport Nippon, Telefe TV, Zero Hora, além de ter atuado na Comissão de Imprensa da FIA. Fale com o Wagner Gonzalez: wagner@beepress.com.br.

MARCOPOLO EXPORTA ÔNIBUS DOUBLE DECKER PARA A BOLÍVIA.


A Marcopolo acaba de fechar novo contrato para a exportação de ônibus para a operadora de transporte Flota Bolivar, de Cochabamba, na Bolívia. As seis unidades do modelo Paradiso 1800 Double Decker (dois pisos) serão utilizadas em rotas interestaduais naquele país.

A Bolívia tornou-se um forte mercado consumidor de ônibus Double Decker na América do Sul. “A venda demonstra a imagem de confiabilidade, robustez, segurança e conforto do Paradiso 1800 DD em todos os países da América do Sul. A aplicação dos DDs cresce a cada ano pelas vantagens que oferecem para os passageiros e também para os operadores”, destaca Ricardo Portolan, gerente de exportação da Marcopolo.

O Paradiso 1800 DD possui desenho arrojado, com para-brisas panorâmicos, maiores e curvos, que ampliam a visibilidade para o motorista e passageiros. Isso faz com que os viajantes da parte dianteira superior tenham a percepção de “visão total” do trajeto e da paisagem.

De acordo com o diretor de operações comerciais e marketing da Marcopolo, Paulo Corso, os ônibus Paradiso 1800 DD produzidos para a Flota Bolivar têm 15 metros de comprimento total e duas configurações de chassi (Mercedes Benz O500 RSD 2742 e Volvo B450R), ambas com capacidade para 12 passageiros no piso inferior e 31 pessoas no piso superior, em poltronas leito com descansa-pés. “Os veículos contam ainda com suspensão pneumática, espelhos retrovisores externos elétricos, duas geladeiras, sistema de monitoramento, ar-condicionado, calefação, tomadas de força com entrada USB em todas as poltronas para carregar aparelhos eletrônicos, rádio AM/FM com entrada CD e MP3, aparelho de DVD e oito monitores LCD”, enfatiza o executivo.

O Paradiso 1800 DD possui teto solar panorâmico no salão de passageiros, que permite maior contato com o ambiente externo. A iluminação do salão de passageiros é toda em LEDs, com luzes indiretas, que criam um ambiente de comodidade e sofisticação. Os LEDs estão presentes também nas luzes de leitura dos porta-focos, com acionamento por toque, que contam ainda com saídas individuais para ar-condicionado, plugue para fone de ouvidos e controle de volume do som. Os amplificadores de áudio são individuais e integrados ao porta-focos.

Conta ainda com sanitário mais prático, confortável e espaçoso. O interior foi desenhado para torná-lo mais agradável, com cores e iluminação diferenciadas e nova entrada de ar-condicionado. O exaustor diminui ainda mais o ruído de funcionamento e amplia a eficiência na renovação do ar natural. A torneira e a descarga têm acionamento sensível ao toque, com a pia posicionada no sentido longitudinal, o que aumenta o conforto quando em uso durante a viagem.

Foto: Gelson Mello da Costa. 

Secco Consultoria de Comunicação
secco@secco.com.br
11 5641-7407
www.secco.com.br. 

MERCEDES-BENZ VENDE ÔNIBUS URBANOS PARA RENOVAÇÃO DE FROTA NO NORDESTE.

Empresas de Recife e João Pessoa adquiriram 120 chassis OF 1721, o que eleva para 200 ônibus urbanos da marca vendidos somente este ano para quatro capitais da região.


A Mercedes-Benz segue expandindo a presença da marca nas renovações de frota de ônibus urbanos no Nordeste do País. Caxangá e Metropolitana, empresas de transporte de Recife, capital de Pernambuco, adquiriram 60 chassis OF 1721. Outras 60 unidades deste mesmo modelo foram vendidas para as viações Santa Maria Transportes e Fretamento, Transnacional, TR Transportes e Unidas Transportes, de João Pessoa, capital da Paraíba.

“Em janeiro deste ano, comercializamos cerca de 80 unidades dos chassis OF 1721 e 1724 para empresas de Natal e São Luís. Ou seja, só em 2016, vendemos 200 ônibus para renovação de frota no Nordeste, mantendo assim o ritmo de crescimento de nossa participação de mercado na região”, informa Walter Barbosa, diretor de Vendas e Marketing de Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “Os números reforçam essa tendência. A marca obteve 48% de market share no Nordeste em 2015, o que significa 11 pontos percentuais a mais em relação aos 37% do ano anterior”.

Walter Barbosa
De acordo com o executivo, a escolha da marca para a renovação de frota no Nordeste leva em conta diversos fatores. “As empresas de transporte da região vêm demonstrando confiabilidade na robustez e na resistência dos ônibus Mercedes-Benz para as severas operações do transporte urbano de massa”, diz Walter. “Além disso, nossos veículos também são reconhecidos no mercado pelo ótimo nível de conforto e segurança que oferece aos usuários e ao motorista, bem como pelo reduzido consumo e baixo custo operacional para as empresas, o que contribui para a obtenção da rentabilidade desejada”.

Atendimento especializado aumenta as vantagens para os clientes

O aumento de market share da Mercedes-Benz no Nordeste atesta o êxito do trabalho forte que a Empresa vem desenvolvendo na região para maior aproximação com os clientes do segmento de ônibus. “Isso inclui, por exemplo, o atendimento especializado dos concessionários Center Bus”, afirma Walter. “Eles oferecem uma estrutura voltada exclusivamente para ônibus, na qual os clientes encontram uma equipe de profissionais treinadas para essa finalidade, com gerentes, vendedores e assessores ao frotista”.

Por meio do Center Bus, é dado todo apoio ao cliente, desde o processo de vendas até o treinamento de seus motoristas e mecânicos, além da disponibilização de oficinas volantes, devidamente equipadas para atender às necessidades de assistência técnica dos frotistas onde eles precisarem.

O atendimento e a assistência especializada dos concessionários ampliam ainda mais as vantagens oferecidas aos clientes. Por meio da Rede, eles têm à disposição três linhas de peças de reposição (Mercedes-Benz, Alliance e RENOV), contratos de manutenção, assistência 24 horas e diversos outros produtos e serviços. Isso contribui para que as empresas obtenham a maior disponibilidade possível de seus veículos, trabalhando e gerando resultado.

Mercedes-Benz é líder de vendas em ônibus no Brasil

A expressiva presença da Mercedes-Benz em diversas capitais reafirma a liderança absoluta da Empresa nas vendas de ônibus no Brasil. No primeiro semestre de 2016, obteve 72,7% de participação no segmento urbano acima de 8 toneladas. Isso significa 4,5 pontos percentuais sobre os 68,2% do mesmo período do ano passado.

Considerando o mercado total de ônibus acima de 8 toneladas, a Mercedes-Benz manteve a liderança tradicional e destacada nos primeiros seis meses do ano, com participação de 57,3%. Este market share significa 3,6 pontos percentuais a mais em relação aos 53,7% do mesmo período de 2015.

Imprensa Mercedes-Benz do Brasil
Valter Oliveira
valter_barbosa.oliveira@daimler.com
11 4173-7324

VOLKSWAGEN UP!, GOLF VARIANT E GOLF GTI SÃO BICAMPEÕES NA ELEIÇÃO “MELHOR COMPRA 2016”.

Edição especial da revista elege take up! na categoria “Carro até R$ 37 mil”


A Volkswagen foi destaque na edição “Melhor Compra 2016” da revista Quatro Rodas, da editora Abril. Os modelos up!, Golf Variant e Golf GTI foram eleitos pelo segundo ano consecutivo os melhores em suas respectivas categorias, comprovando a excelente aceitação dos modelos no mercado brasileiro. A Nova Saveiro foi eleita a melhor “Picape leve e intermediária até R$ 60.000”.

O modelo take up! foi indicado como a melhor opção na categoria “Carro até R$ 37 mil”, com destaque para a nota máxima em segurança, o baixo consumo de combustível do motor 1.0l três cilindros e um dos modelos mais baratos da categoria. “Mas agora ostenta um novo atributo: o de ser o melhor carro 1.0 já avaliado pelo Longa Duração”, menciona a Quatro Rodas, que divulgou o teste de 60.000 km do up! no ano passado, com destaque para a robustez do modelo.     

Golf Variant foi indicado na categoria “Familiar de 5 lugares”


A revista destacou o modelo como referência em dirigibilidade, qualidade de construção e maior porta-malas: “No acabamento, a montagem esmerada e os materiais de boa qualidade colocam a Golf Variant em um nível premium.”

Golf GTI


Na categoria “Esportivo até 300 cv”, o excelente desempenho do Golf GTI garantiram posições de destaque desses modelos na edição do “Melhor Compra 2016”. Bicampeão nesta categoria, o Golf GTI é citado como um ícone entre os hatches esportivos, com destaque para o estilo, desempenho superior e acabamento de qualidade.   

Nova Saveiro


O modelo chegou ao mercado chegou ao mercado em maio deste ano e faturou a categoria “Picape leve e intermediária até R$ 60.000”. “Na cabine, os materiais de qualidade superior aos vistos nas rivais Strada e Montana tornam a Saveiro a mais urbana das picapes finalistas”, ressaltou a revista.  

Entre os pontos analisados pela Revista Quatro Rodas estão preço de tabela dos carros, desvalorização depois de um ano de uso, valor do seguro, número de concessionárias, custo de reparabilidade, equipamentos de série, preço das revisões até os 60 mil km, dados técnicos e preços das peças de reposição.

Volkswagen do Brasil
Assuntos Corporativos e Relações com a Imprensa
Diretor: André Senador
Fernando Campoi | Tel 11 4347-5055 | fernando.campoi@volkswagen.com.br
Fabiano Severo | Tel. 11 4347-3339 | fabiano.severo@volkswagen.com.br
Michel Escanhola | Tel. 11 4347-3816 | michel.escanhola@volkswagen.com.br
Luís Felipe Figueiredo | Tel. 11 4347-5053 | luis.figueiredo@volkswagen.com.br

segunda-feira, 25 de julho de 2016

IVECO HI-WAY É DESTAQUE NA FEIRA DO CARRETEIRO 2016.


Mais uma vez a presença da Iveco está garantida na 37ª edição da Feira do Carreteiro, que acontece entre os dias 27 e 29 de julho, no estacionamento da Basílica de Aparecida (SP). A marca disponibiliza dois Hi-Ways da linha 2017 para test-drive e divulga ações especiais de pós-venda aos caminhoneiros que visitam a carreta-estande da montadora.

Ricardo Barion, diretor de Marketing da Iveco para a América Latina, destaca que essa é mais uma ótima ocasião para estreitar os laços com os motoristas e transportadores. "Os visitantes poderão conferir nossos produtos e serviços, que são desenvolvidos para atender diferentes segmentos do transporte."

O evento é uma oportunidade para conhecer as novidades do segmento de transporte rodoviário de cargas e estabelecer negócios com as empresas expositoras. Motoristas que possuem carteira de habilitação específica podem testar a tecnologia do Hi-Way. A linha Hi-Way apresenta três faixas de potência (440cv, 480cv e 560cv), baixo custo operacional, alta produtividade e eficiência na gestão. O caminhão é o mais completo de série da categoria, garantindo uma direção segura, confortável e econômica, bem como um nível de desempenho que o posiciona como a opção ideal para o transporte de diversos tipos de cargas.

Iveco aposta em ações especiais no mês dos motoristas

O setor de Peças da Iveco também participará  da feira reforçando a divulgação das campanhas recentemente lançadas pela marca, como o Festival de Peças, que oferece peças genuínas em condições especiais, até o dia 31 de agosto, período em que mais de 30 itens terão até 40% de desconto. Destaque ainda para o programa de Revisão com Preço Fixo, a nova estratégia da marca para fidelizar os clientes que possuem modelos das linhas Daily, Tector, Stralis e Hi-Way, com uma tabela de preços para as revisões que devem ser executadas quando os veículos atingem entre 10 e 120 mil Km.

Serviço
37ª Feira do Carreteiro
Pátio do Santuário Nacional de Nossa Senhora da Conceição Aparecida
Aparecida – São Paulo
De 27 a 29 de julho
das 7h às 21h 

Visite www.iveco.com.br - www.cnhindustrial.com

IVECO
Jorge Görgen - Gerente de Relações com a Imprensa
jorge.gorgen@cnhind.com
+55 11 983-368-241

Página 1 Comunicação
Marcelo Fonseca
marcelo@pg1com.com
+55 11 994-681-351

www.pg1com.com.

APLICATIVO TRANSFORMA SMARTPHONE EM COMPUTADOR DE BORDO.


Chega ao mercado um aplicativo inovador no Brasil que oferece ao usuário a possibilidade de ter um carro conectado com um computador de bordo, o Carrorama by Multilaser. As informações serão obtidas através do OBD (On-Board Diagnostic). Diferentemente de outros aplicativos que fazem apenas a leitura das informações brutas disponibilizadas pelo OBD, o diferencial apresentado pelo Carrorama by Multilaser é a interpretação desses dados de forma amigável, oferecendo uma nova experiência ao usuário.

A principal funcionalidade do aplicativo é detectar e reportar ao usuário, em tempo real, sempre que há um erro registrado no sistema de diagnóstico do automóvel. São mais de 2 mil códigos de erro catalogados. Em caso de problema, ele apresenta ao motorista um código de erro universal, um breve diagnóstico e uma sugestão de como resolvê-lo. “Desta forma, o condutor saberá se pode continuar dirigindo com segurança até o mecânico mais próximo ou se precisa parar o veículo e chamar um guincho, por exemplo, evitando danos maiores”, explica André Machado, CEO da Going2 Mobile, desenvolvedora do Carrorama by Multilaser.

O Carrorama by Multilaser possui um Dashboard com as principais informações do veículo e mais de 40 dados que podem estar disponíveis para o usuário, tais como: temperatura e rotação do motor, tensão da bateria, nível de combustível, quilometragem, número do chassi, posição do acelerador, entre outros. Por meio do aplicativo, o condutor pode monitorar até mesmo o percentual de mistura de etanol no tanque, garantindo a utilização de um combustível de qualidade no carro. As informações mostradas pelo aplicativo podem variar de acordo com as informações disponibilizadas pela montadora na porta OBD.

“O Carrorama by Multilaser é resultado de uma parceria entre a Going2 e a Multilaser, visando propiciar experiências únicas ao nosso cliente. É a tecnologia trabalhando a favor do usuário, transformando o que antes seria complexo em algo simples, útil e objetivo”, afirma Caio Auricchio, Gerente de Produto Automotivo da Multilaser.

Para utilizar o app, o usuário deve baixar gratuitamente o Carrorama by Multilaser na Google Play e adquirir o OBD Carrorama by Multilaser, disponível em pré-venda no e-commerce da Multilaser e que também poderá ser encontrado nos principais varejos do país a partir de junho.

O produto traz um manual de instalação e orienta o usuário a baixar o aplicativo gratuitamente no Google Play. “Após a instalação do Carrorama, basta o usuário entrar no carro, ligar o aplicativo e as informações já começam a ser transmitidas pelo smartphone”, afirma Machado. O aplicativo é compatível para versões Android 4.0 ou superior e pode ser usado em veículos nacionais fabricados a partir de 2010. Além disso, diferentes versões de um mesmo veículo podem apresentar configurações variadas.

Visite
www.multilaser.com.br.

OS2 Comunicação
Thaís da Silveira
Camila Pedroso
camila@os2comunicacao.com.br
(15) 3318-1922